Menu

Como fazer um lago passo a passo – guia prático – Parte 2

Como fazer um lago passo a passo – Parte 2

Dando continuidade ao nosso guia prático de como fazer um lago passo a passo, hoje iremos falar sobre o dimensionamento e a escavação.

Dimensionando seu lago

Em primeiro lugar vamos entender qual a importância do dimensionamento do seu lago.

Uma vez que a finalidade de seu lago foi definida, como vimos no post anterior, o correto dimensionamento permitirá aproveitar ao máximo seu espaço.

Além disso o tamanho de seu lago e sua finalidade é que permitirão estimar o sistema de filtragem corretamente.

Por exemplo:

Imaginemos um lago de 5 metros de largura x 5 metros de comprimento x 0,80 cm profundidade.

Finalidade: lago ornamental.

Logo teremos um lago com 20.000 litros de água (5 x 5 x 0,80).

Esse volume é o que será usado para estimar o sistema de filtragem e a quantidade de peixes, ambos os temas abordaremos em post futuros.

Escavando seu lago

Uma vez definida a área que o lago ira ocupar você estará pronto para iniciar a escavação do mesmo.

Com um saco de cal ou gesso desenhe o perfil do lago em seu terreno.

Seja criativo, usa curvas, linhas retas, desenhos geométricos, enfim aquilo que mais lhe agradar.

Ao terminar observe e confirme se o perfil esta de acordo com seu gosto.

Para iniciar a escavação você tem que já ter definido que pedras irá usar.

Pedras redondas, tipo seixos rolados, exigem um tipo diferente de escavação do que pedras de barranco ou moledo.

Lago com pedras de barranco ou moledo:

Lago com seixos rolados ou redondos:

As rochas arredondadas exigem que o lago tenha diferença de profundidade.

Você deverá pegar cerca de 40 a 50 cm da borda externa que definição para seu lago e fazer uma outra marcação, paralela a primeira.

Dessa forma você terá um perfil com duas linhas idênticas, uma externa e uma interna 40-50 cm distantes uma da outra.

Supondo que seu lago terá 0,80 cm de profundidade você deverá cavar a parte mais central com essa medida e o espaço entre as duas linhas com metade disso.

Criando um lago com dois degraus:

Isso permitirá que você empilhe os seixos rolados criando um perfil inclinado para as paredes.

Caso você opte pelas pedras tipo moledo ou de barranco, escave todo o lago com a profundidade total.

Faça as paredes com uma leve inclinação para dar um efeito de descida.

Esse tipo de pedra permite um encaixe mais vertical e a diversão está em aproveitar suas imperfeições para criar uma parede com um relevo interessante.

Para lagos de pesca sobre a geomembrana se coloca uma proteção de tela e cimento.

Espero ter ajudado e fico a disposição, no próximo post falaremos sobre a aplicação da geomembrana e fixação das rochas.

Oficina do Peixe

A Oficina do Peixe Lagos, Aquários e Peixes Ornamentais, atua a 15 anos no mercado sempre buscando o que existe de mais moderno em soluções estéticas e sistemas de filtragem para garantir o melhor custo-beneficio e qualidade do mercado.

Buscar